Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

2° Edição do Fuckin’ Globo chega a Luanda

A VII edição do Fuckin’ Globo, o maior evento de arte contemporânea do país, abre amanhã(18/8), às 18h00, no Hotel Globo, na Mutamba, em Luanda, com a participação de 17 artistas.

Para esta edição  participam um leque de vários artistas, como é o caso de Kiluanje Kia Henda, Pamina Sebastião, Mussunda Nzombo, Verkron, Indira Grandê, Jaliya The Bird, Adriano Cangombe, Maria Gracia Latedjou, Yola Balanga, Thô Simões, Iris Chocolate, Flávio Cardoso, Mwana Puó, Toy Boy, Elena Uambembe, Indira Mateta e Rui Magalhães que tomam os quartos do referido hotel.

MAIS: Angola quer atrair investimentos na Expo Dubai 2020

De acordo com informações dos prelectores  e curadores do evento, Adriano Cangombe e Adriano Mixinge, esta edição desenrola-se na contra mão do white cube (cubo branco) e das convenções estruturais e institucionais na arte contemporânea, visto que os artistas trazem a público propostas artísticas e estéticas para contribuir a pensar o país e o mundo hoje.

A VII edição do Fuckin’ Globo acontece quando as tensões políticas, económicas e sociais do ano pré-eleitoral, em Angola, estão à flor da pele. Aproveitando a energia e as histórias do lugar decidem cada um à sua maneira e com os meios que escolheu explorar as encruzilhadas com que se enfrentam: entre o tempo, as identidades sociais ou sexuais e os afectos, entre os hábitos e os costumes e o politicamente correcto, entre a verdade histórica e a ficção histórica, entre o preto e branco e as cores, entre os silêncios, as falas e as memórias individuais e os sons da cidade, a abundância e as carências, entre o homem e a natureza, entre outras”, salientam os curadores deste edição da exposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.