Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Agente da Policia Nacional é morto por populares

Um agente da Polícia Nacional, na Provincia da Huíla, foi agredido até morte por populares, no último domingo(01/8), no município da Matala, na sequência do cumprimento de um mandato de captura contra um cidadão acusado do crime de desacato à autoridade.

O falecido que em vida chamou-se Augusto Cassanga, fazia parte de uma equipa de sete efectivos que dirigiram-se à comuna de Micossse, pelas 05 horas para efectuar a captura do cidadão.

De acordo com o comunicado do Comando Provincial da Polícia Nacional, o acusado ao aperceber-se da presença da polícia em sua casa, empunhou uma faca de cozinha, proferindo ameaças. Apoiado pelo seu pai, os dois apelaram para outros vizinhos que insurgiram-se contra os agentes da Polícia.

MAIS: Ministro do Interior reforça empenho de Angola em resolver conflitos em África

Em acto contínuo, um grupo avançou contra a equipa policial, acabando por atingir o agente com golpes de faca e machado no pescoço, causando-lhe a morte no local.

De modo a se livrarem das agressões, segundo a nota, outros efectivos da equipa efectuaram disparos com arma de fogo, que atingiram dois dos agressores, nos membros inferiores, nomeadamente o procurado e um outro cidadão, já socorridos no hospital central do Lubango, onde se encontram em tratamento médico e sob custódia policial.

Segundo o comunicado, a polícia está a trabalhar  para que a justiça seja aplicada no processo do assassinato do agente e honrar o seu esforço, bem como o espírito de sacrifício pela corporação e segurança dos cidadãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.