Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Angola atinge as 900 mortes por Covid-19, desde o início da pandemia

O país atingiu ontem as 900 mortes por COVID-19 desde o início da pandemia no país, de acordo com o boletim epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP) divulgado esta quarta-feira, 30 de Junho.

Nas últimas 24 horas, foram também registados 167 novas infecções e 163 pacientes recuperados.

Dos 167 infectados, 102 são do sexo masculino e 65 do feminino, entre os quais uma criança de seis meses e um adulto com 80 anos. A província de Luanda mantém liderança com 109 casos novos, seguida por Cuanza Norte com 17, Cunene dez, Malanje sete, Lunda Norte seis, Huíla cinco, Benguela quatro, Huambo dois, igual número em Cabinda, Cuando Cubango e Uíge, e um caso no Bié.

Os 163 recuperados, com idades entre sete meses e 90 anos, foram reportados em distintas províncias, maioritariamente na capital com 101 casos, 45 no Huambo, sete na Huíla, três em Benguela, igual número no Bié, dois na Lunda Sul e Namibe respectivamente. O número global de pacientes recuperados subiu para 33.242.

O quadro estatístico sobre a pandemia no país indica 38.849 casos positivos, dos quais 4.707 activos. Entre os activos, 11 estão críticos, 21 graves, 53 moderados, dez com sintomas leves e 4.612 assintomáticos.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios de testagem da COVID-19 processaram 7.066 amostras por RT-PCR, elevando o registo cumulativo para 651.770 amostras processadas. A taxa de positividade mantém-se em seis por cento.

Nos pontos de entrada e saída da província de Luanda foram testados 215 cidadãos e ninguém teve diagnóstico positivo.

Actualmente, 147 pessoas cumprem a quarentena institucional, 95 pacientes estão internados nas unidades de tratamento da COVID-19 em diferentes províncias do país e 2.237 contactos directos de casos positivos sob vigilância epidemiológica.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.