Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Angola consegue primeira vitória frente à equipa filipina no Mundial de Basquetebol

A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol venceu neste domingo, no Pavilhão Aranete Coliseum, em Manila, as Filipinas por 80-70, empartida a contar para a segunda jornada do Grupo A da fase preliminar da Copa do Mundo da Ásia e abriu o caminho para os Jogos Olímpicos de Paris’2024.

Num jogo marcado contra o trio de arbitragem, extremamente tendencioso, o público e um adversário aguerrido, os angolanos tiveram em Gerson Gonçalves “Lukeny” o abono de família. Com 17 pontos marcados, o extremo foi eleito Jogador Mais Valioso (MVP) do desafio.

Aliás, depois do que aconteceu no confronto com a Itália, os pupilos de Pep Clarós apareceram mais do que avisados sobre qual seria o comportamento do trio de árbitros. A determinação da rapaziada fez com que Angola saísse vitoriosa e cumprisse a promessa feita aos embaixadores angolanos Daniel António Rosa, que responde pela Singapura e Filipinas, e Edgar Gaspar Martins, da Coreia do Sul, bem como à Secretária de Estado para o Desporto, Teresa Ulundo.

 Duas igualdades a 2 e 4 pontos marcaram o bom começo de Angola, que foi a primeira nação a inaugurar a marcha do marcador.

 Curiosamente, o antigo poste do 1º de Agosto, hoje, a militar na Alemanha, Jilson Bango, pela segunda vez consecutiva, voltou a marcar os dois primeiros pontos da Selecção Nacional.

Josep Clarós voltou a apostar no mesmo “cinco inicial”, com Childe Dundão, Gerson Gonçalves “Lukeny”, Bruno Fernando, Jilson Bango e Eduardo Francisco.

“Lukeny”, atleta que tarda em se afirmar no “cinco” nacional, foi rapidamente substituído, fruto da improdutividade. Igualados a 4 pontos, quando restavam 6 minutos para o término do primeiro período, os filipinos tomaram de assalto a liderança do placard: 4-8 era o resultado.

Neste período, Angola falhou todos os 4 lançamentos à longa distância e perdeu por 12-19 ao cabo dos primeiros dez minutos, apesar da consistência defensiva.

No segundo quarto, a Selecção Nacional começou melhor com um parcial de 5-0. O bom desempenho obrigou o técnico das Filipinas a solicitar um desconto de tempo. A excelente postura defensiva dos angolanos fez com que o adversário falhasse grande parte dos ataques.

Angola venceu no parcial por 19-24 e perfez 36-33, à favor dos comandados de Josep Clarós “Pep”. Bruno Fernando, com 8 pontos, e Gerson Gonçalves “Lukeny”, com 6, comandaram as acções ofensivas.

No reatamento, com o trio da arbitragem a ajudar a selecção caseira, os hendecacampeões africanos souberam manter a calma e venceram no parcial, 20-19, fixando o resultado em 56-52, à entrada do derradeiro quarto.

Lukeny, até então adormecido, reapareceu nos últimos dois períodos e foi o marcador assertivo dos lançamentos à longa distância.

A vencer por 66-55, o técnico filipino solicitou um novo desconto de tempo para acalmar a rapaziada que esbarrava na excelente cortina defensiva de Angola. A coesão acabou por dar maior confiança ao ataque. Angola venceu no parcial por 24-18 e estabeleceu o resultado final em 80-70, para a euforia da claque angolana que se sobrepôs aos filipino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *