Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Angola perde com Gabão por 2-0 e complica as contas para apuramento no Mundial2022

A selecção angolana de futebol, orientada pelo treinador português Pedro Gonçalves, perdeu hoje, em Franceville, diante do Gabão, por 2-0, em jogo da quarta jornada da zona africana de apuramento para o Mundial2022.

O avançado do Arsenal Pierre Aubameyang, aos 74 minutos, abriu o marcador, que foi ampliado por Alex Moussounda, aos 84 minutos, um resultado que deixa Angola praticamente afastada da fase final, no Qatar.

No domingo, na chegada ao aeroporto de Franceville, no Gabão, a selecção angolana ficou retida, por mais de duas horas, numa sala sem climatização, e sem cadeiras, pelo facto de as autoridades gabonesas exigirem a realização de teste à covid-19.

O facto foi considerado deplorável pela Federação Angolana de Futebol que, de entre vários pontos, exigiu à intervenção da Confederação Africana de Futebol e da FIFA.

MAIS: Palancas Negras ambicionam vencer no reduto dos Panteras

Tudo aconteceu na sequência dos incidentes antes do jogo Angola-Gabão, em Luanda, que foi atrasado, por mais de uma hora e meia, devido à não realização dos testes à covid-19 pela selecção gabonesa em território angolano.

Ainda assim, a FIFA decidiu-se pela realização do jogo, considerando válidos os testes, que os gaboneses realizaram no seu país, dois dias antes do jogo, vencido por Angola por 3-1.

Também para o grupo F, as selecções da Líbia e Egipto defrontam-se hoje às 20:00, em Benghazi.

A selecção angolana voltar a jogar, em 11 de Novembro, em Luanda, diante do Egipto, com quem perdeu na primeira jornada, por 1-0, e encerra a fase de grupos, três dias depois, quando visitar a Líbia, com quem também perdeu na segunda jornada, pelo mesmo resultado.

O Egipto lidera o grupo F, com sete pontos, seguido pela Líbia, com seis, o Gabão é o terceiro, com quatro, e Angola a última classificada, com três pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.