Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Angola recebe mais de 165 mil doses da vacina Johnson & Johnson

Angola recebeu ontem(09/8) 165.600 doses de vacinas da Johnson & Johnson, e que vai servir para vacinar as populações nómadas das províncias do Namibe, Huíla, Cunene e Cuando Cubango, de acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Esse primeiro lote de vacinas vem no abrigo da iniciativa AVAT, que foram compradas pelo Governo nacional, e o principal objectivo das mesmas é imunizar as populações mais necessitadas dessas regiões.

Embora não se saiba ainda a data do início da vacinação, Franco Mfufinda disse que ao contrário das outras vacinas, em que são administradas duas doses, a da Johnson & Johnson é de aplicação única, razão pela qual as autoridades sanitárias vão utilizá-las para inocular as comunidades nómadas das quatro províncias do Sul do país.

MAIS: Mercados informais abertos todos os dias no novo Decreto Presidencial do Estado de Calamidade

Com a aquisição das primeiras doses da Johnson & Johnson, frisou Franco Mufinda, o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 ganha um novo rumo, demonstrando o engajamento do Executivo na imunização dos angolanos. A Johnson & Johnson, frisou Franco Mufinda, junta-se às vacinas AstraZeneca, Pfizer, Sputnik V e Sinopharm, que já permitiram imunizar mais de um milhão de angolanos. De acordo com o secretário de Estado, a aquisição das 165.600 doses foi possível com o apoio do Banco Africano de Exportação  e Importação (Afreximbank).

O represente do Afreximbank, Humphrey Nwugo, que procedeu à entrega das vacinas ao Governo angola-no, disse que a iniciativa AVAT tem como garantia o valor de 2 biliões de dólares para os Estados-membros da União Africana (UA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.