Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Autoridades Gabonesas libertam pescadores angolanos

Quinze pescadores, dos 25 detidos desde Junho deste ano no Centro de Detenção de Estrangeiros Ilegais na República do Gabão, foram libertados este domingo.

Os pescadores libertados chegaram na cidade de Cabinda via Ponta-Negra, República do Congo.

Os outros 10 serão repatriados na próxima terça-feira.

Os pescadores foram acusados pelos autoridades do gabão de violação das águas territoriais e prática da actividade piscatória em zonas de reservas gabonesas.

O encarregado de negócios da embaixada de Angola no Gabão, Gilberto dos Santos Caxexe, que acompanhou os pescadores até a fronteira angolana de Massabi com Ponta-Negra, referiu que a violação constante das águas territoriais da Republica do Gabão e do Congo Brazaville está a preocupar as embaixadas angolanas nestes países.

MAIS: Luanda terá um novo plano emergencial de intervenção das valas de drenagem

O diplomata defendeu a necessidade de se  travar a onda de violações constantes para se evitar constrangimentos no bom funcionamento e nas relações com os países vizinhos.

“A boa-fé e das boas relações entre os dois países permitiram com que a situação não transitasse para o fórum judicial ou julgamento, tendo sido aliviada para via de repatriamento com os meios e seus equipamentos de pesca retidos naquele país”, reforçou.

A embaixada de Angola no Gabão providenciou apoio logístico, vestuário e o transporte aéreo e terrestre para o repatriamento dos pescadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.