Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Banco BAI é o banco mais seguro de Angola

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) foi eleito, recentemente, pela quarta vez consecutiva, como o mais seguro de Angola, numa distinção que abrangeu instituições financeiras bancárias de 112 países do mundo.

A eleição do BAI, na 30ª edição anual do ranking dos Bancos Mais Seguros do Mundo (em Nova York, nos Estados Unidos da América), é resultado do seu desempenho na avaliação de Ratings de longo prazo em moeda estrangeira.

Assim, depois de ver uma vez mais o seu trabalho reconhecido com base nas avaliações das agências de notação de risco “Moody ́s”, “Standard & Poor ́s” e “Fitch”, o BAI passa a integrar a lista dos 1.000 maiores e mais seguros bancos do mundo.

Para o PCE do BAI, Luís Lélis, esta distinção reconhece o árduo trabalho que o Banco tem vindo a desenvolver  no domínio da estratégia de negócio, do reforço dos mecanismos de segurança bancária, conformidade legal e da observância das melhores práticas internacionais em matéria de gestão bancária.

No comentário da edição dos prémios de 2021, o director editorial da Global Finance, Joseph D. Giarraputo, frisou que “os bancos mais seguros são modelos de estabilidade e continuam a fornecer o apoio necessário para governos e comunidades enquanto tentam recuperar-se dos choques económicos causados pela pandemia.

MAIS: Banco Nacional de Angola prepara condições para adotar o Open Banking

Segundo a nota, a atribuição do prémio, assim como os critérios de nomeação, selecção e eleição são de inteira responsabilidade da Global Finance, fundada em 1987, tendo uma tiragem de 50,050 exemplares e leitores em 189 países.

Como resultado, em 2020, da eleição como um dos bancos mais seguros de Angola e com maior índice de satisfação e confiança dos clientes, o BAI impulsionou o programa de transformação digital, um eixo considerado estratégico, que virado para melhor experiência do cliente.

Em 2020, essa instituição financeira angolana registou o aumento de 15% no número de clientes activos, traduzido em 1,3 milhões, e diz ter consolidado a primeira posição na quota de mercado dos Terminais de Pagamento Automático (TPA), e agora assume a liderança do número de caixas automáticas – ATM activos.

O difícil cenário de 2020 impôs ao BAI uma descida de 76%, do resultado líquido do exercício, para 29 mil milhões de kwanzas, equivalente a um retorno dos capitais próprios de 9,7, com uma rentabilidade do activo de 1,0% e com um rácio de solvabilidade regulamentar de 17,02%.

Para este ano, esta instituição financeira deu continuidade à aposta na liderança da inovação e disrupção no sector bancário e melhoria da qualidade dos seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.