Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Banco BAI vende participações sociais na empresa Griner e Novinvest

O Banco Angolano de Investimentos (BAI), por intermédio de um comunicado da própria instituição, informou que pôs à venda 72,6% e 51% das suas participações sociais detidas directa e indirectamente no capital social da Griner Engenharia S.A. e da Novinves.

Segundo ainda o próprio banco angolano, é divulgado que foi estabelecido um acordo de princípio para a alienação das suas participações naquelas empresas.  As referidas alienações serão efectuadas através de uma operação de venda das acções aos quadros de gestão (operação financeira conhecida por management buyout) da sociedade Griner Engenharia S.A., pelo montante global de 10 mil milhões de kwanzas.

A Griner Engenharia S.A. é uma sociedade angolana de engenharia e construção de edifícios e infra-estruturas, com actividade em quatro países africanos, onde o Grupo BAI detinha uma participação de 82,6 por cento e passará a deter 10% da sociedade.

MAIS: Banco Nacional de Angola diz que a empresa XTAGIRIOUS FINANCE exerce actividade na ilegalidade

Por outro lado, a Novinvest S.A. é uma sociedade participada em 49% pela Griner Engenharia S.A. e em 51% pelo Grupo BAI, para o desenvolvimento e gestão de participações, e de actividades complementares da cadeia de valor da construção como a indústria de materiais de construção, concessões, serviços especializados e imobiliário.

Estas operações inserem-se na estratégia de separação das actividades financeiras e não financeiras do Grupo BAI, permitindo, simultaneamente, a criação e desenvolvimento de grupos não financeiros angolanos que contribuam para o crescimento do país.

O maior accionista do banco BAI é o Grupo Sonangol, com 8,5% do capital do banco. A Arcinella Assets e a Sforza Properties detêm, respectivamente, 7% e 6,5% das acções, enquanto outros seis accionistas detêm 5% cada; os 48% restantes estão distribuídos em lotes menores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.