Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Depois de 20 dias em fuga, Lázaro de Sousa é morto pela Polícia Brasileira

Depois de 20 dias em sua caçada no Distrito de Goiás, devido a uma série de crimes cometidos, Lázaro de Sousa foi hoje morto pela Polícia Federal Brasileira.

Responsável de mobilizar mais de 300 policiais em dois estados brasileiros, Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos de idade, foi morto nessa tarde hoje, 28 de Junho, numa troca de tiros com as forças policiais. Durante a sua fuga para Goiás, Lázaro de Souza cometeu vários crimes, incluindo uma chacina no Distrito Federal, sendo perseguido durante os últimos 20 dias.

Segundo a polícia brasileira, Lázaro só se movimentava no período de noite, e a sua perseguição tornava-se difícil visto que o mesmo conhecia bem aérea e os seus rios, córregos e cachoeiras e foram nessas cachoeiras, em que a água forma grotas, que ele se escondia, o que dificultava a polícia de achá-lo.

Outra peculiaridade do homicida, ainda de acordo com a Polícia, era que queimava tudo o que usava para não deixar nenhum rasto aos cães farejadores utilizados pela polícia. De ressaltar ainda, que para sua caçada a Polícia Federal brasileira utilizou vários métodos, como drones com senso de calor e zoom óptico, bem como helicópteros e rádios de grandes alcances.

De acordo com especialistas brasileiros, Lázaro é foi destacado como alguém que tinha uma personalidade cruel e perversa, com comportamentos psicopáticos e desorganizados. Ele seria um assassino em série em formação, não tendo encontrado, ainda, o modus operandi que mais lhe agrade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.