Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Detidos os suspeitos de vandalizarem o Caminho de Ferro de Luanda

A Policia Nacional deteve várias pessoas suspeitas de vandalizarem o ramal ferroviário do Zenza-do-Itombe, segundo informações do porta-voz do Comando Provincial da Policia Nacional, Edgar salvador, nessa Segunda-Feira.

Edgar Salvador adiantou que a detenção resultou de acções de investigação desencadeadas pela instituição, após denúncias da empresa de Caminhos de Ferro de Luanda (CFL) sobre actos de vandalização na linha férrea. Durante a operação foi informado também que foram recuperados diversos materiais roubados no troço, uma viatura usada na transportação desses meios, uma balança, bem como outros materiais ferrosos.

Acrescentou ainda que foi também retido um menor de 14 anos de idade, suspeito de subtrair os materiais para os comercializar a preços irrisórios aos suspeitos, que por sua vez, vendiam, a preços altos, a compradores em Luanda.

O delegado do CFL no Cuanza Norte, Alfredo Ngunza, esclareceu que a acção desses indivíduos danificou mais de 150 metros de via, com a retirada de 400 pregos de fixação de carris em travessas de madeiras utilizadas para a sustentação da infra-estrutura.

MAIS: Furtados mais de 400 parafusos da linha férrea do Caminho-de-Ferro de Luanda

Além desses meios, foram também retirados na mesma via 30 eclíses que unem os carris.

Disse que têm sido frequentes actos de vandalização ao longo da infra-estrutura ferroviária, sobretudo, nos troços Zenza-do-Itombe/Cassoalaa/Dondo e Zenza-do-Itombe/Beira Alta/Queta, o que coloca em risco a circulação de comboios nessa via.

Segundo ainda o que foi apurado, uma equipa da empresa está já a trabalhar na reposição dos materiais subtraídos na linha, para permitir a retomada da circulação ferroviária, interrompida devida a cerca sanitária imposta a cidade de Luanda há mais de um ano, por conta da Covid-19.

Tão logo seja levantado o bloqueio sanitário, a empresa vai retomar a circulação de comboios nos troços Luanda/Dondo e Luanda/Malanje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.