Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Empresa norte-americana vai gerir parques naturais do Luengue e Mavinga

Angola iniciou negociações com a empresa americana “African Parks” para uma parceria público-privada, co-gestão e desenvolvimento dos parques naturais do Luengue-Luiana e Mavinga.

O anúncio foi feito esta segunda-feira (20), em Washington, Estados Unidos da América, pelo Presidente da República, João Lourenço, que discursava na Gala Anual da Fundação Internacional para a Conservação do Ambiente (ICCF).

Esses parques, localizados na região transfronteiriça protegida do Okovango Zambeze, são a última fronteira selvagem no sul de África“, sublinhou o Presidente da República.

Durante o evento, João Lourenço foi distinguido com um prémio da ICCF pelas suas iniciativas a favor da conservação do ambiente.

MAIS: Participantes na AG da ONU terão de apresentar certificado de vacinação

O Chefe de Estado referiu que o governo angolano e várias agências internacionais como a USAID, o Fundo Global para o Ambiente e a “Conservation International” trabalham no sentido de garantir o apoio técnico e financeiro para estabelecer programas de protecção dos ecossistemas e do ambiente.

Angola será o terceiro signatário do protocolo contra o tráfico ilícito das espécies da flora e da fauna selvagens“, declarou João Lourenço.

Angola e outros estados signatários, avançou, comprometem-se em adoptar legislação adequada que tipifique como crime o tráfico ilícito da vida selvagem e partes de animais selvagens.

Durante a sua intervenção, fez saber, igualmente, que Angola preparou vários eventos internacionais, dos quais se destacam as visitas de campo para os grandes investidores internacionais interessados em investir no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.