Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Encontrado sem vida atacante que matou 10 pessoas em Los Angeles

Um homem suspeito de ter tirado a vida a 10 pessoas e de ter ferido outras tantas nos arredores de Los Angeles, Estados Unidos, foi encontrado sem vida numa carrinha, segundo reporta a imprensa internacional.

Como explicou o Washington Post, o xerife do Condado de Los Angeles, Robert Luna, avançou a informação numa conferência de imprensa no domingo à noite, momento em que identificaram o suspeito como se tratando de Huu Can Tran, de 72 anos de idade.

De acordo com a mesma fonte, as autoridades locais terão avistado pela primeira vez a carrinha, da cor branca, pelas 10h20 de domingo, hora local (19h20 de Angola).

A caracterização do veículo correspondia à descrição da viatura associada ao responsável pelo tiroteio fatal.

Seguiu-se uma perseguição, durante a qual o suspeito optou por entrar no parque de estacionamento de uma zona comercial entre as avenidas Hawthorne e Sepulveda, em Los Angeles.

No preciso momento em que os agentes saíram da viatura policial, para estabelecer contacto com o condutor, ouviu-se um único disparo no interior do veículo, adiantou o xerife.

Consequentemente, a autoridade recuou e pediu a intervenção de várias equipas tácticas, – tendo de imediato, a carrinha sido circundada por vários veículos blindados, de modo a não poder abandonar o local.

Já pelas 12h52, hora local (21h52 de Angola), membros das equipas SWAT fizeram uma aproximação ao veículo, onde encontraram já Huu Can Tran sem vida, depois de ter disparado sobre si próprio.

As autoridades acrescentaram ainda não existirem mais suspeitos relacionados com o caso.

De recordar que, na noite de sábado, um suspeito munido munido com uma arma de fogo, agora identificado, tirou a vida a pelo menos dez pessoas e deixou outras dez feridas em Monterey Park, em Los Angeles, no estado norte-americano da Califórnia.

O incidente ocorreu pelas 22h (7h00 de Luanda), e todas as vítimas foram declaradas mortas no local.

Os feridos, por sua vez, foram transportados para unidades hospitalares.

Como explicou, na altura, o Los Angeles Times, o tiroteio ocorreu numa escola de dança, numa altura em que milhares de pessoas se reuniam na cidade para o festival do Ano Novo Lunar.

Nas primeiras horas após o incidente, apenas se sabia que o suspeito era um homem, que permanecia a monte.

Depois, as autoridades avançaram estar em busca de um indivíduo asiático, embora com uma idade estimada entre os 30 e os 50 anos de idade – algo que não se viria a comprovar.

O presidente dos EUA, Joe Biden apressou-se a considerar o ataque como se tratando de algo “sem sentido”, explicando que tanto ele, como a primeira-dama, Jill Biden, estavam já a rezar pelas vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.