Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Fundação Lwini assume compromisso em apoiar as pessoas necessitadas no seu 23° aniversário

A Presidente da Fundação Lwini, Ana Paula dos Santos, reiterou no dia de ontem, 30 de Junho, o compromisso da sua  instituição em continuar a apoiar as pessoas com necessidades em Angola.

Ao falar no acto alusivo ao 23° aniversário da fundação, Ana Paula dos Santos a dizer que os projectos da instituição têm sido fortemente condicionados pela pandemia da Covid-19, mas mesmo assim, manter-se firmes no compromisso de ajudar os necessitados é ainda o principal objectivo como uma instituição.

De informar que a Fundação Lwini é uma instituição de utilidade pública, criada com a finalidade de promover acções de advocacia, mobilização e sensibilização das pessoas com deficiência em Angola.

Com a dedicação de todos, vamos continuar a fazer o possivel. O nosso lema sempre foi não esmorecer perante as adversidades, uma vez que a nossa causa é comum e bem mais forte, e impelia-nos a reivindicar para continuarmos“, declarou.

Na mesma senda de conversa, o director executivo da fundação, Manuel Gomes, disse que ao longo destes 23 anos, e com apoio de parceiros, foi possível ajudar na reconstrução do maior centro ortopédico do país e que actualmente já atendeu quase 1500 angolanos. Foi informado também qua a Fundação Lwini tem  apoiado na construção, reconstrução e apetrechamento de cinco centros ortopédicos no país, nomeadamente nas províncias de Luanda, Uíge, Cuanza Norte, Huambo e Huíla, num orçamento que ultrapassa os 130 milhões de Kwanzas.

Também destacamos a construção e apetrechamento de um centro de raíz na cidade do Negage, província do Uíge que atende as províncias do Cuanza Norte, Malanje e Zaire com um número médio de atendimento de mil e quinhentos utentes em diversas patologias” falou o Director Executivo da Fundação Lwini.

No acto de comemoração, foram homenageadas com o prémio Lwini 23 anos, a Presidente da Fundação, Ana Paula dos Santos, a vice-presidente, Joana Lina e a curadora Eufrazina Maiato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.