Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Governos mundiais reúnem-se em Davos com geopolítica no centro dos debates

A 54.ª edição do Fórum de Davos, que começa hoje, vai debater como reconstruir a confiança num mundo atingido por conflitos como os de Gaza e da Ucrânia, sendo esperados 60 chefes de Estado e de Governo.

O primeiro-ministro chinês, Li Qiang, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o novo presidente da Argentina, Javier Milei, e o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, serão algumas das figuras que participam nesta edição.

Os chefes de Estado de França, Emmanuel Macron, o presidente de Israel, Isaac Herzog, e o secretário-geral da ONU, António Guterres, também são esperados.

O encontro de líderes políticos, económicos e empresariais reunirá cerca de 2.800 participantes de 120 países, com o objetivo de procurar possibilidades de cooperação num mundo cada vez mais polarizado e marcado por conflitos armados que põem em causa o direito humanitário internacional e ameaçam regiões inteiras.

O presidente ucraniano, Volodymir Zelensky, também irá a Davos, depois de ter participado nos debates por videoconferência no ano passado.

Durante o fórum, que decorre até dia 19, serão ainda abordados temas como os desafios da luta contra as alterações climáticas ou os que resultam do desenvolvimento de novas tecnologias como a inteligência artificial.

Os participantes, dos quais 1.600 estão ligados ao mundo dos negócios, vão também debater formas de cooperação internacional para evitar uma década de baixo crescimento económico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *