Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Isabel dos Santos não receberá nada pela nacionalização da Efacec

Isabel dos Santos não deverá receber valores económicos pela nacionalização da Efacec, visto que a sua participação de 71,3% tinha um valor negativo na altura em que a empresa foi nacionalizada.

Essa informação foi vinculada pelo Jornal de Negócios português, decisão essa que ainda pode ser contestada pela empresária angolana.

As avaliações sobre o valor da participação de Isabel dos Santos na Efacec, empresa nacionalizada em julho de 2020, já estão concluídas e será com base nelas que se saberá o valor final da indemnização que o Estado tem de pagar à empresária angolana.

Segundo o Ministro da Economia de Portugal, Pedro Siza Vieira, já era de se esperar que o valor era baixo, mas segundo o “Jornal de Negócios” Isabel dos Santos poderá mesmo não receber nada.

MAIS: Três Bancos Europeus Avançam com Processo de 26,9 Milhões de Euros contra Isabel dos Santos

A participação de 71,73% da empresária angolana,  com que o Estado ficou na sequência do envolvimento da empresária no processo Luanda Leaks está agora em processo de venda. De informar ainda que as avaliações concluíram que na altura da nacionalização essa participação tinha um valor negativo.

Pedro Siza Vieira, mais do que uma vez, deu a entender, que o valor a pagar pela indemnização a Isabel dos Santos seria baixo. “Estou convencido de que o Estado não vai ter muito que pagar, porque a Efacec estava à beira da insolvência no momento em que foi nacionalizada”, referiu o governante a semana passada no Parlamento no âmbito de uma audição regimental.

As partes envolvidas no processo – Isabel dos Santos, os bancos com penhores sobre as ações da empresária e o Estado de Angola – já foram notificados das avaliações, mas poderão ainda contestar o valor das mesmas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.