Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Julgamento de ex-gestor retoma em Novembro

O julgamento do antigo administrador municipal do Lubango, Silvano Levy, retoma a 3 de Novembro, após a suspensão da sessão inaugural, na última semana, por razões técnicas, revelou aos jornalistas, uma fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR) na Huíla.

O acusado esteve detido por seis meses e foi solto este ano com termo de identidade e residência. Na segunda-feira passada deu-se início ao julgamento, mas o juiz da causa suspendeu-o devido à ausência da maioria dos declarantes.

Segundo a mesma fonte, para além do réu, na sessão suspensa tinham sido já ouvidos mais cinco declarantes,  entre eles o ex-administrador do Lubango, Francisco Barros, que sucedeu Silvano Levy no cargo.

MAIS: Suspensa a 1ª audiência do caso  “75 milhões de Kwanzas da Covid-19”

Fazem igualmente parte dos ouvidos um fornecedor de automóveis, um tio e duas primas do arguido, arrolados no processo por usarem viaturas do Estado, já apreendidas pela PGR.

Silvano Levy, de 52 anos de idade, foi detido em 2020 pelo SIC por indícios de crimes de peculato, violação das normas de execução do plano e orçamento, branqueamento de capitais, prevaricação e participação económica em negócios. No seu histórico, a administração do Lubango teve 12 administradores (contando com o actual, Armando Vieira), Silvano Levy foi administrador do Lubando entre 2012 e 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.