Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Meliantes simulam venda de mercúrio e roubam ao cliente 660 mil kwanzas

Quatro jovens, de 23 a 26 anos, que simulavam vender mercúrio de uso industrial, foram detidos, há dias, pela Polícia Nacional, no município da Ganda, depois de terem roubado uma pasta, onde continha 660 mil kwanzas, a um potencial cliente.

O segundo comandante municipal da Ganda da Polícia Nacional, intendente Manuel Lussaty, explicou que o crime ocorreu quando a vítima, depois de estar no local da compra com os supostos vendedores, foi surpreendida por outros dois indivíduos, de motorizada e arma de fogo. Estes sacaram a pasta com o dinheiro e fugiram.

Depois da queixa-crime apresentada ao piquete do Comando Municipal da Polícia da Ganda, deteve-se os dois acusados. Estes, segundo Manuel Lussaty, confessaram que o crime foi premeditado e orquestrado pelos dois supostos vendedores do mercúrio.

Além deste caso, a Polícia deteve um jovem, de 20 anos, por supostamente ter furtado 20 sacos de cimento, no estaleiro de um empresa de construção civil. Manuel Lussaty considerou calma a situação da segurança pública, apesar dos 222 crimes de natureza diversa registados no primeiro semestre do ano.

MAIS: Detido fornecedor de armas a meliantes

Dos 222 crimes, a Polícia conseguiu esclarecer 153 casos, que levaram à detenção de 181 cidadãos, supostamente implicados no cometimento dos delitos criminais, na sua maioria, ocorridos na zona urbana da Ganda.

Neste momento, referiu Manuel Lussaty, as instalações do Comando Municipal da Ganda carece de obras de reabilitação. E, os quatro postos policiais visitados pela nossa equipa de reportagem nas comunas da Babaera, Ebanga, Chicuma e Casseque têm boas estruturas, construídas de raiz, mas precisam de material informático.

Já os postos policiais do Alto Catumbela funciona num edifício antigo, que pertencia à Açucareira, e o da Chimboa trabalha, provisoriamente, num jango, daí que, ao lado, está a ser erguido um novo edifício, no quadro do Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Outro problema tem a ver com o facto de o Comando Municipal dispor de uma única viatura de patrulhamento, o que causa dificuldades na transportação de detidos, tendo em conta que, às vezes, alguns efectivos usam meios próprios para esse efeito. O comando precisa de 12 viaturas e 22 motorizadas, para reforçar a oferta das seis motos oferecidas, pelo governador de Benguela, Luís Nunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.