Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Nove empresas seleccionadas para operar nas bacias petrolíferas do Baixo Congo e Kwanza

Já são conhecidos as empresas e consórcios qualificados para operar nos blocos petrolíferos das Bacias Terrestres do Baixo Congo e do Kwanza a partir do presente ano fiscal.

Segundo um comunicado divulgado, ontem, pela Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG), o concurso público das Bacias Terrestres do Baixo Congo e do Kwanza, aberto o ano passado a entidades nacionais ou estrangeiras, resultou na qualificação das empresas e a constituição dos grupos empreiteiros.

Segundo a ANPG, o processo teve como base de avaliação os requisitos para a aquisição da qualidade de Associada da Concessionária Nacional, designadamente Operador (capacidade financeira, técnica e idoneidade) e Não Operador (capacidade financeira e idoneidade).

Foram aprovadas as empresas Etu Energias, Sonangol, Serinus Energy, Walcot Limited, Acrep S.A, Grupo Simples Oil, Intank Group, Transoceanic e Ace Energy (empresas qualificadas operadoras).

A Sonangol, Grupo Simples Oil, Afentra, Enagol e Effimax Energy (qualificadas não operadoras).

Não foram qualificadas as empresas First Index Group, Soconinfa, Apex Corcel, 5C Oil e Gas, Tusker Energy, Kebo, Gespenergy, Monka Oil, Whazwimi Investments e a ANM Energy.

A ANPG avança que a pontuação final resultou da avaliação das propostas recepcionadas e dos Requisitos para Qualidade de Associada da Concessionária Nacional, conforme descrito nas Regras e Procedimentos do Concurso, tendo resultado na composição dos Grupos Empreiteiros.

Nos próximos dias, a ANPG notificará as empresas vencedoras quanto à data e local de início do processo de negociação dos Contratos Partilha de Produção, etapa que deverá efectivar a adjudicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *