Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Plataforma Covax já distribuiu mais de 380 milhões de doses em todo mundo

Mais de 380 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 já foram distribuídas pelo programa de Covax a um total de 138 países, sobretudo do continente africano, América do Sul e sudeste asiático, segundo dados publicados pelo portal da Unicef.

Atualmente, em todo o mundo, estão em trânsito 643.220 doses, estando prevista para quarta-feira a chegada de um envio de vacinas contra a doença à Bolívia, na quinta-feira à Síria e na sexta-feira à Guiné-Bissau, de acordo com o manifesto que consta do portal do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

De acordo com o mesmo comunicado, a Índia, país particularmente afetado pelo coronavírus SARS-CoV-2, recebeu 17.000.000 doses.

No que diz respeito a doações, a Covax doou 88 milhões doses de vacinas a 63 países, a maior parte das quais a Estados do continente africano, incluindo Guiné-Bissau, Angola e Moçambique, mas também da América do Sul, da Ásia Central e a países do sudeste asiático, nomeadamente à República da Indonésia.

MAIS: Angola recebe mais de 165 mil doses da vacina Johnson & Johnson

Do total de 380 milhões de doses distribuídas incluem-se, em particular, as doações privadas e mobilizadas através dos mecanismos Covax num valor correspondente a 165.111.830 doses, além dos lotes doados através de contactos bilaterais entre países.

Por outro lado, o Covax, a Comissão Europeia e os Estados Unidos são os três maiores destinatários de vacinas contra o novo coronavírus a nível mundial tendo o organismo de Acesso Global às Vacinas de Covid-19 previsto a distribuição de 4.274 mil milhões de doses.

O Covax (Acesso Global às Vacinas da Covid-19) é o organismo de vacinação do programa ACT-Accelerator, liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e os parceiros internacionais, para o desenvolvimento conjunto de ferramentas de combate ao novo coronavírus.

 

Situação Epidemeológica do País nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas, o país notificou a morte de quatro pessoas, 85 novas infecções e 445 pacientes recuperados da COVID-19.

A província do Moxico registou duas vítimas mortais, Cunene e Lunda Sul uma cada, sendo  três do sexo masculino e uma do sexo feminino, na faixa etária dos 59 a 94 anos, de acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, esta segunda-feira, 9 de Agosto.

Quanto aos novos infectados, 44 são do sexo masculino e 41 do feminino, com idades entre um mês e 97 anos.

A província do Cunene esteve na liderança com 29 casos notificados, seguida por Luanda com 21, oito no Moxico, seis no Cuando Cubango, número idêntico no Huambo, cinco no Bié, três no Cuanza Sul, dois nas províncias da Lunda Norte, Lunda Sul e Zaire, e um em Benguela.

Dentro do período em referência, 445 pessoas com idades entre um e 99 anos recuperaram da COVID-19, das quais 179 na Lunda Norte, 86 em Luanda, 45 no Cunene, 28 na Huíla, 24 no Moxico, 22 em Benguela, igual número no Huambo, 16 no Namibe, 15 no Cuanza Sul, três no Zaire, e uma nas províncias do Bié, Cabinda, Cuando Cubango, Lunda Sul e Uíge, respectivamente.

MAIS: Mercados informais aberto todos os dias em novo Decreto Presidencial do Estado de Calamidade

No mesmo período, foram processadas em laboratório 2.312 amostras por RT-PCR. O número total ascendeu para 833.768 amostras processadas, corresponde a uma taxa de positividade de 5.2 por cento.

Nos centros de tratamento da COVID-19 a nível nacional, 141 pacientes encontram-se internados, enquanto nos centros de quarentena institucional permanecem 219 pessoas, depois de receberem alta três pessoas na província do Cuando Cubango. Sob  vigilância epidemiológica estão 784 contactos de casos positivos.

A equipa de saúde mental e intervenção psicossocial atendeu 50 cidadãos através da linha de apoio psicológico e o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 41 chamadas para pedidos de informação sobre a COVID-19.

Nos pontos de entrada e saída da Província de Luanda foram testados 449 cidadãos, 324 do sexo masculino e 125 do sexo feminino, tendo sido encontrado um caso positivo.

No Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro”, desde o dia 16 de Janeiro até à data, foram testados 82.072 passageiros, dos quais 182 tiveram resultado positivo, sendo 105 do sexo masculino e 77 do feminino.

Com dados das últimas 24 horas, o país passa a ter um total de 43.747 casos confirmados de COVID-19, dos quais 1.053 óbitos, 40.567 recuperados e 2.127 casos activos. Entre os activos, 14 estão críticos, 16 graves, 87 moderados, 24 leves e 1.986 assintomáticos.

Relativamente à vacinação, no mesmo período, foram vacinadas 4.466 pessoas, elevando para 1.700.150 o número total a nível do país. Destes, 975.252 pessoas tomaram a primeira dose e 724.898 a segunda dose.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.