Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Portugal é o país que mais lucra com transferências internacionais no futebol mundial

Portugal é o país que mais lucra com transferências internacionais no mercado de jogadores de futebol, com Sporting, Benfica e FC Porto como os melhores, realça um relatório hoje publicado pela FIFA.

O estudo, que assinala os 10 anos do Transfer Matching System (TMS), dedicado ao registo de transações internacionais de atletas, compreende o período entre 2011 e 2020.

Aí, Portugal apresenta um saldo líquido positivo de quase três mil milhões de dólares, o melhor de todas as associações do organismo de cúpula do futebol mundial.

A ajudar a isso está o facto de que o pódio de clubes com o melhor saldo esteja ocupado em pleno por portugueses, com o Sporting em primeiro, o Benfica em segundo e o FC Porto em terceiro, além do Sporting de Braga no 14.º lugar.

Em contraste, a Inglaterra apresenta um prejuízo líquido acima dos sete mil milhões de dólares, também por ser o país mais gastador do mundo: 12,4 mil milhões de dólares.

MAIS: Lazare Adingono fala de conpiração contra o Camarões no Afrobasket 2021

Portugal, com um total de 4.397 entradas e 4.152 saídas, com 172 clubes nacionais diferentes envolvidos, é ‘apenas’ o oitavo país que mais gasta com transferências, com 1,3 mil milhões de dólares nos últimos 10 anos, mas é dos que mais faz dinheiro com vendas.

Regista o quarto valor mais elevado recebido com transações de jogadores, de 4,3 mil milhões de dólares (cerca de 3,6 mil milhões de euros); mais, só Espanha, Inglaterra (5,2 mil milhões) e França (4,9 mil milhões).

De resto, a nacionalidade portuguesa é a quinta que move mais dinheiro, com 2,855 mil milhões de dólares, cerca de 2,45 mil milhões de euros, nos últimos 10 anos, e 44% das verbas pagas por transferências foram-no por jogadores brasileiros, franceses, espanhóis, argentinos e lusos.

O Brasil é a maior (sete mil milhões de dólares), com França segunda (4,5 mil milhões de dólares), Espanha terceira (3,7 mil milhões) e Argentina quarta (3,2 mil milhões).

Os portugueses são a 12.ª nacionalidade mais ‘transacionada’, com 2.598 transferências registadas, numa tabela encimada, sem surpresa, pelos brasileiros, com 15.128 negócios.

A tabela dos 30 clubes mais gastadores neste período inclui apenas emblemas europeus, dois deles portugueses, o Benfica, com 167 contratações, 55,7% envolvendo uma verba, e o FC Porto, com 166, 51,8% com verba associada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.