Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Presidente da República inaugura Pólo Diamantífero de Saurimo

O Presidente da República procede, hoje, na Lunda-Sul, à inauguração do Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo, que congrega uma série de empresas relacionadas à economia mineradora, com foco na cadeia de valor dos diamantes.

Durante a sua curta estadia em Saurimo, provincia do Moxico, o Presidente João Lourenço, acompanhado da Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, procede à inauguração de três fábricas de lapidação de diamantes, já concluídas no referido pólo, nomeadamente a fábrica de lapidação “Kothari”, a “Stardiam” e a “Kapu Gems”, sendo esta última propriedade de homens de negócios da Índia. As restantes fábricas, assim como outras infra-estruturas do pólo encontram-se em construção acelerada.

Falando aos jornalistas, o presidente da empresa “Kapu Gems”, o indiano Kalpesh Vaghani, disse que a unidade fabril vai, numa primeira fase, lapidar cinco mil quilates de diamantes por mês e empregar 300 jovens, aos quais também garante formação.

Sublinhou que o valor do investimento empregue na construção e equipamento da fábrica foi de cinco milhões de dólares. Garantiu, contudo, que o valor poderá, de forma progressiva, crescer para 20 milhões, argumentando que o grupo pretende contribuir para o desenvolvimento sustentável do pólo e capacitar os quadros angolanos, sobretudo na área de lapidação.

Kalpesh Vaghani disse ter constatado “muita abertura” da parte do Governo angolano. Por isso, considerou ser esta uma excelente oportunidade,  para angolanos e indianos, desenvolverem negócios no sector diamantífero.

O director para os Assuntos Jurídicos e Recursos Humanos da fábrica “Stardiam” garantiu que esta unidade é de direito angolano e constituída apenas por sócios nacionais. A mesma vai lapidar 508 quilates de diamantes por mês e, numa fase inicial, empregará 135 trabalhadores, sobretudo residentes na circunscrição do empreendimento.

MAIS: Presidente da República inicia visita a Lunda-Norte

Bento Augusto salientou que os 35 trabalhadores expatriados (indianos), que constam no quadro de pessoal da fábrica, também servem para dar formação ao pessoal nacional. Referiu que, em pelo menos três anos, a “Stardiam” deverá contar apenas com mão-de-obra angolana.

Antes de regressar hoje a Luanda, o Presidente João Lourenço vai inaugurar, no Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo, o Centro de Formação de Lapidação de Diamantes (CEFOLAD), bem como a central híbrida, implantada num espaço de sete hectares, que garante cinco megawatts de energia eléctrica  ao empreendimento industrial.

Localizado a cerca de 2,5 quilómetros do Rio Mwangueji e a aproximadamente 25 quilómetros ao sul das instalações de Catoca, o Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo está edificado numa área de mais de 300 mil metros quadrados e dividido em três  áreas, nomeadamente, comercial, industrial e a reservada para a central híbrida.

O Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo contará com vários espaços para arrendamento nas áreas comercial e industrial, devendo os interessados apresentar documentos legais e actualizados da empresa, como a certidão comercial, número de identificação fiscal, alvará comercial, incluindo a prova de capacidade financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.