Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Presidente da Tunísia demite Parlamento e Suspende Primeiro-Ministro

O presidente do Parlamento da Tunísia participou hoje, 26 de Julho, numa manifestação em frente à Assembleia, em resultado de ser impedido de entrar no recinto pelos militares do país.

A retenção ao recinto vem depois de o Presidente da Tunísia, Kais Saied, ter anunciado no último Domingo a suspensão de todas as atividades do Parlamento, bem como ter demitido o chefe do Governo, após uma jornada de manifestações de protesto em todo o país.

Em resultado disso, no dia de hoje, o presidente do Parlamento participou numa manifestação em frente à Assembleia, depois de ter sido impedido de aceder ao local por militares.

MAIS: Rússia unida é invencível diz Vladimir Putin

Algumas centenas de apoiantes do Presidente Kaïs Saïed, reuniram-se em frente ao Parlamento, em Tunes, e proferiram frases contra o partido Ennahdha, de inspiração islâmica, o principal partido parlamentar liderado pelo presidente do Parlamento, Rached Ghannouchi.

Este grupo de manifestantes também impediu que os apoiantes do Ennahdha se aproximassem do Parlamento.

Os dois lados trocaram insultos e atiraram pedras e garrafas uns contra os outros.

Rached Ghannouchi e membros do Parlamento foram ao local às 03:00, horário local (a mesma hora em Angola), mas ficaram retidos do lado de fora, atrás de portas encerradas e guardadas por soldados.

Rached Ghannouchi liderou o seu protesto a partir do carro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.