Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO VISITA BENGO E REÚNE CONSELHO DE GOVERNAÇÃO LOCAL

O Presidente da República, João Lourenço, já se encontra na cidade de Caxito, província do Bengo, desta quinta-feira (10.06.21), para uma visita de trabalho de dois dias com o objectivo de avaliar o nível de desenvolvimento socioeconómico da província.

Nas primeiras de trabalho recebeu uma informação exaustiva da Governadora provincial, Mara Kiosa, sobre o actual estado de desenvolvimento socio-económico da circunscrição.

João Lourenço vai também reunir o  Conselho de Governação Local. Este órgão auxilia o Presidente da República na formulação e no acompanhamento da execução das políticas de governação da Administração do Estado a nível local.

O Titular do Poder Executivo tem agendado ainda encontros separados com autoridades tradicionais, religiosas, empresários e com membros do Conselho Provincial da Juventude .

Neste momento a  província do Bengo,  conta já com grandes fazendas agrícolas e  algumas indústrias, dentre as quais se destacam a Siderurgia ADA-Aceria de Angola e a  Sino Ord Parque Industrial, Lda, que estão a impulsionar o desenvolvimento da região.

 

Para melhorar a vida das populações, tem um projecto avaliado em cerca de USD 300.000.000, que prevê a construção de uma nova cidade a seis quilómetros da cidade de Caxito, numa extensão de aproximadamente mil hectares.

Este projecto prevê a construção de 7.564 moradias nas tipologias T3, para baixa renda, T4 e T6, podendo ser assegurado pela empresa AEON- Prestação de Serviço, (SU) Limitada, através do Fundo de Desenvolvimento de Cooperação Internacional americano e do Export-Import Bank dos Estados Unidos.

Nas projecções do governo provincial está também a construção de uma centralidade  com cerca de mil residências incorporadas em edifícios de três pisos.

Para concretizar esta iniciativa foram seleccionadas as áreas compreendidas entre a ponte sobre o rio Dande (no Porto Quipiri e Quixiquela, com 275 hectares), o Lembeca, com 160 hectares, e as Mabubas, com 300 hectares.

Por outro lado, indicadores de desenvolvimento da província, no período compreendido entre 2018 e 2050, estimam um crescimento da população de 429.322 para 1.124.726 habitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.