Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

PRODESI com mais de 24 milhões de dólares em produtos exportados, em três anos de existência

Na ocasião do seu terceiro aniversário, desde que foi lançado, foi informado que  as exportações dos produtos alvos do PRODESI cifraram-se em cerca de 24,80 milhões de USD, durante o 1º Semestre de 2021, de acordo com o Director Nacional para a Economia Competitiva e Inovação, do Ministério da Economia e Planeamento (MEP), João Nkosi.

De acordo com o o gestor público, os países de destino das exportações foram Congo (Brazzaville), movimentando USD 7,85 milhões, com variação superior a 238,70%; a República Democrática do Congo (RDC), com 7,10 milhões de dólares, variação negativa de 59,77%; e os Camarões, com 4,20 milhões de dólares, com variação positiva de 445,8%.

MAIS: Governo Nacional pondera aumentar o preço dos combustíveis

Quanto aos produtos mais importados em 2021, João Nkosi destacou a carne de frango, com pagamentos na ordem dos 117,34 milhões de dólares e variação percentual superior a 12,66%, seguindo-se o Arroz (USD 50, 77 milhões, e variação negativa de 85,64%) e o Óleo alimentar de soja com 63,41 milhões de dólares, com uma variação superior a 11,59%.

Os países que mais exportam para Angola foram o Brasil, com USD 125,87 milhões e variação negativa de 10,90; os Estados Unidos da América, 68,20 milhões de dólares e variação superior a 25,80%, e a Índia, com USD 63,03 milhões, com variação positiva de 102,14%”, descreveu, ao apresentar, em Luanda, o relatório preliminar do terceiro ano de implementação do PRODESI.

Ainda no mesmo evento, João Nkosi disse que concernente ao Serviço de Apoio ao Financiamento se perspectiva promover a disponibilização de recursos de financiamento para os sectores alvos do PRODESI, beneficiando, com crédito no presente ano, 500 empresas e cem cooperativas, assim como disponibilizar-se nova tranche de financiamento para microcrédito.

MAIS: Angola já bloqueou mais de 100 milhões de dólares no exterior, diz PGR

O PRODESI é o acrónimo do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações, aprovado pelo Decreto Presidencial n.º 169/18 de 20 de Julho, para acelerar a diversificação da produção nacional e gerar riqueza, num conjunto de produções.

A sua operacionalização está reflectida nos sectores da Alimentação e Agro-indústria, Recursos Minerais, Petróleo e Gás Natural, Florestal, Têxteis, Vestuário e Calçado, Construção e Obras Públicas, Tecnologias de Informação e Telecomunicações, Saúde, Educação, Formação e Investigação Científica, Turismo e Lazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.