Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Sociólogo Laurindo Vieira morto a tiro por marginais

O sociólogo Laurindo Vieira, de 60 anos, foi morto, quinta-feira, por disparos de arma de fogo, na perna esquerda, na zona do Patriota, em Luanda, confirmou o Jornal de Angola junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Alvejado mortalmente, no período da tarde, por dois indivíduos que circulavam a bordo de uma motorizada, o também comentarista televisivo saia de uma dependência bancária do BCI, quando ocorreu o crime.

Os meliantes actuaram quando o também reitor da Universidade Gregório Semedo se preparava para subir na viatura, por volta das 14 horas.

Um vídeo divulgado, nas redes sociais, mostra o momento em que o sociólogo cai a sangrar e a clamar por ajuda aos transeuntes que o socorreram, até a clínica da Endiama, no município de Talatona, onde chegou com vida, foi reanimado, mas acabou por morrer, por volta das 15 horas.

A informação da morte do sociólogo foi confirmada ao Jornal de Angola, pelo porta-voz do SIC-Luanda, superintendente-chefe Fernando de Carvalho, que garantiu estarem já a ser feitas todas as diligências para esclarecer o crime e responsabilizar criminalmente os autores.

Natural do Uíge, Laurindo Vieira era graduado em sociologia e tinha mestrado em Ciências da Educação, pela Universidade do Porto.

Como comentador televisivo, Laurindo Vieira emprestava o saber sobre assuntos de grande relevância social e política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *