Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

TAAG reconhece dificuldades na venda de bilhetes para Luanda-Cabinda

A TAAG informou esta quarta-feira (18), que tem enfrentado constrangimentos na comercialização de passagens para voos Luanda-Cabinda e Cabinda-Luanda e diz que está empenhada na estabilização das operações nos próximos dias.

No referido comunicado oficial, a companhia de bandeira angolana refere que a escassez na disponibilidade de voos de Luanda-Cabinda-Luanda é alheia à sua vontade que, mesmo apresentando todas as condições de operacionalidade, está limitada, devidas as restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

A empresa pública reconhece que os voos entre as duas cidades são os mais procurados na grelha de voos domésticos devido à descontinuidade geográfica da província.

A TAAG é a única companhia que tem estado a suprir esta procura, mesmo com as limitações operacionais condicionadas pelas medidas de biossegurança”, afirma.

MAIS: Pedonais dO Município de Viana serão reabilitadas

De acordo com a TAAG, é do conhecimento geral que a autoridade sanitária do país impõe para todos os destinos, quer sejam nacionais e estrangeiros que os passageiros têm a obrigatoriamente de apresentar, na fase de pré-embarque, o teste negativo da Covid-19 feito 72 horas antes, “originando assim alguns ajustamentos operacionais à companhia, aos aeroportos e aspectos logísticos à autoridade sanitária”.

A companhia acrescenta, também, que é da responsabilidade do passageiro o cumprimento de todas as políticas governamentais e requisitos de viagem, sendo que incumprimento das mesmas impede o embarque do passageiro para o seu destino.

Por outro lado, a TAAG reconhece a existência de uma pressão elevada no que diz respeito à gestão dos voos para esta escala, decorrente das assimetrias entre a procura e a oferta.

“A TAAG conta um efectivo de tripulantes e frota suficientes para atender as suas operações de e para Cabinda em média eram 21 voos semanais antes da pandemia, sublinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.