Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Proposta de Revisão da Constituição começa a ser discutida no Parlamento

Todo tipo de arte conta com divisões que dão margem a diferentes interpretações. Com a fotografia artística não é diferente. Nesse sentido, por exemplo, a fotografia tradicional ou jornalística cumpre o papel de retratar a realidade e o figurativismo das imagens. 

Já a artística é mais conceitual e abstrata, ou seja, busca representar a beleza de modo intuitivo, para, assim, despertar a sensibilidade e a emoção das pessoas. 

Quer entender o que é fotografia artística, conhecer suas características, história e conhecer imagens produzidas por grandes fotógrafos desse segmento? Basta seguir lendo!

Afinal, o que é fotografia artística?

A fotografia artística é um gênero de foto que tem como objetivo expressar a emoção ou a ideia de um fotógrafo. Ela não tem a obrigação de retratar a realidade e logo conta com um forte caráter subjetivo.

Nesse contexto, é essencial destacar que o aspecto mais importante de uma fotografia desse estilo é o de expressar a arte. Isso porque, para muitos, a fotografia documental e jornalística, por exemplo, são técnicas. Já a artística, por explorar a percepção e apresentar um processo artístico pautado em emoções, ideias e criatividade, é realmente arte. 

“A fotografia é a arte de pintar sem pincéis” – Damien Berrard

Quais são as características da fotografia artística?

As principais características da fotografia artística são:

  • é criada pela mente de um fotógrafo, não de uma encomenda ou projeto;
  • é tirada de diferentes ângulos;
  • pode abraçar recursos digitais com filtros e efeitos diferentes para transformar a cena;
  • não tem fins comerciais, um fato que não a impede de ser comerciável;
  • dá margem a diferentes interpretações;
  • tem forte senso estético;
  • os fotógrafos desse estilo são considerados artistas.

“A fotografia é a literatura do olhar” – Remy Donnadieu

O que é fotografia fine art?

Muitos consideram a fotografia fine art um sinônimo de fotografia artística. No entanto, não são todos os estudiosos e profissionais da área que concordam com isso. As duas são similares e a linha de diferença é tênue. Tanto que, na opinião de alguns deles, a fotografia fine art é um subgênero da fotografia artística. 

Já para a fotógrafa Danny Bittencourt, a fotografia artística demanda muito mais pesquisa, referências históricas e estudo conceitual do que a fotografia fine arte, que conta mais com a intuição. 

A história da fotografia artística e sua evolução

As primeiras fotografias desse gênero foram criadas na era vitoriana, no início do século XIX. Porém, foi só do meio para o fim desse século que a fotografia artística começou a ser abraçada. Afinal, até então, a fotografia era considerada apenas como uma mera captura mecânica da realidade e  não tinha nenhum resquício criativo. 

Dessa forma, Charles Baudelaire, poeta e crítico de arte francês, é considerado um dos precursores desse conceito, o que pode ser comprovado por sua declaração: 

“É inútil e entediante representar o que existe, porque nada que existe me satisfaz… Eu prefiro os monstros da minha fantasia ao trivial”. 

Porém, o fotógrafo americano Alfred Stieglitz é considerado o pioneiro nesse estilo, pois  levou essa arte para os museus de Nova York e a divulgou. 

Ele ficou famoso também por fotografar sua esposa, Georgia O’Keeffe, também artista. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.