Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Torneio de basquetebol Victorino Cunha começa hoje em Luanda

Duas partidas marcam hoje, o arranque da 13ª edição do Torneio Victorino Cunha em basquetebol sénior masculino, competição que visa homenagear a figura do antigo treinador do 1º de Agosto e dos hendecacampeões africanos.

Petro de Luanda e 1º de Agosto B abrem as hostilidades no Grupo B, a partir das 15h00, no Pavilhão Victorino Cunha, ao passo que o 1º de Agosto vai medir forças com o Vila Clotilde, a partir das 18h00, no mesmo recinto, em partida referente à primeira jornada do Grupo A.

A presente edição do já tradicional Torneio Victorino Cunha vai contar com a participação de seis equipas, subdivididas em dois grupos (A e B) de três agremiações cada. A prova será disputada no sistema todos contra todos a uma volta, com os primeiros classificados de cada série a disputarem a final, aprazada para o dia 29 do mês em curso, ao passo que os segundos classificados vão disputar a medalha de bronze.

Os petrolíferos da capital, que estão a passear classe no Campeonato Provincial de Luanda, proporcionando exibições de encher os olhos, estão focados na conquista do troféu, que se encontra em posse do Grupo Desportivo Interclube.

Dado o potencial da turma do Eixo-Viário, quer em termos de valores individuais, quer no aspecto colectivo, o Petro de Luanda com maior ou menor dificuldade vai vergar o 1º de Agosto B.

Aliás, depois de terem sido afastados da prova na edição passada, os pupilos de José Neto vão entrar para este torneio com as maiores cautelas, a fim de evitarem novo tropeço.

MAIS: Selecção sénior feminina de basquetebol está sem treinador

Com apenas um troféu na galeria, os petrolíferos da capital tencionam arrebatar a presente edição do Torneio Victorino Cunha, competição que é inteiramente dominada pelo 1º de Agosto, com oito troféus conquistados, seguido da extinta formação do Recreativo do Libolo do Cuanza-Sul, com duas taças.

Por sua vez, a equipa B militar vai procurar, esta tarde, dificultar ao máximo as pretensões dos petrolíferos da capital, numa missão hercúlea.
Entretanto, ao cair da tarde, princípio da noite, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), que à semelhança do Petro de Luanda, tem realizado um bom início de época, vai medir forças com a similar, o Vila Clotilde, finalista vencido da edição passada do Torneio.

José Carlos Guimarães, comandante principal da turma rubro e negra, tem já a estratégia montada para evitar um eventual desaire, frente ao Vila, conjunto que tem assustado as chamadas equipas grandes.
O Vila Clotilde, que perdeu o treinador principal, Ricardo Rodrigues, para a equipa agostina, vai tentar surpreender os militares em pleno Pavilhão Victorino Cunha.

Amanhã, terça-feira, a competição prossegue, com a disputa da segunda jornada, que compreende o seguinte cartaz: 1º de Agosto B -Interclube, às 15h00, série A e 1º de Agosto-Petro de Luanda B, às 18h00, série B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.