Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

TRIBUNAL PORTUGÊS ARRESTA CONTAS DE SÓCIOS DE ISABEL DOS SANTOS

O Tribunal Central de Investigação Criminal em Portugal, arrestou os bens de três próximos a Isabel dos Santos a pedido das autoridades angolanos, sendo esse arresto feito no ambito de carta rogatória.

Os nomes avançados são os de Mário Leite da Silva, Paula Oliveira e Sarju Raikundalia, todos próximos de Isbel. O arresto ronda um total de 1,15 mil milhões de euros.

O documento, segundo avança mais uma vez o correio da manhã, foi enviado de Angola para Portugal em janeiro do ano passado.

 

Toda a informação sobre esta ordem judicial consta de um acórdão de 2021 do Tribunal da Relação de Lisboa, relacionado com um recurso da ZOPT, empresa detida pela Sonae e a empresária, que contestava o arresto da participação  na NOS.

Desta forma, dando seguimento ao pedido das autoridades angolanas na mesma carta rogatória, o Tribunal ordenou que as contas em que Isabel dos Santos, Mário Leite da Silva gestor de negócios, Paula Oliveira, sócia e Sarju Raikundalia, antigo administrador da Sonagol estivessem como titulares, co-titulares, procuradores ou autorizados, fossem arrestadas.

Segundo a mesma fonte, para além dos saldos das contas bancárias, o arresto diz também respeito a depósitos a prazo, aplicações financeiras e dossiês de títulos associados a esses investimentos, e é o resultado de dois inquéritos-crime que decorrem em Angola: um relativo à transferência de mais de 131 milhões de dólares da Sonangol para o Dubai e o outro relacionado com a joalharia De Grisogono, que era parcialmente detida pelo marido da empresária angolana.

Em causa nestes processos judiciais estão os crimes de peculato, abuso de poder, participação económica em negócio e branqueamento de capitais. Também as transferências da Sonangol para o Dubai estão a ser investigadas em Portugal, uma investigação que foi aberta precisamente em virtude da carta rogatória enviada pelas autoridades judiciárias angolanas.

Ainda não foi possível ter uma resposta das autoridades angolanas.

De lembrar que o Procurador Geral da República, Hélder Fernando Pita Grós, havia dito na semana passada que a PGR, não havia recebido de Lisboa, quaisquer documentos relativos a nomes de angolanos que tenham escondido o seu dinheiro em Portugal.

 

Saiba mais em : https://www.voaportugues.com/a/contas-de-s%C3%B3cios-de-isabel-dos-santos-congeladas-em-portugal/5875882.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.