Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

Turquia concede uma linha de financiamento para Angola para Empreitadas Públicas de Infra-Estruturas

A Turquia vai abrir uma linha de financiamento a Angola para a execução de empreitadas públicas de infra-estruturas contratadas pelo Estado angolano.

O anúncio foi feito pelo Presidente da República, João Lourenço, Ankara, no final da cerimónia de assinatura de dez acordos em vários domínios entre os Governos angolano e turco.

João Lourenço disse ter pedido uma linha de financiamento ao Presidente Erdogan, que foi imediatamente aceite, passando agora para a tramitação burocrática que deve ser feita junto do Eximbank turco.

MAIS: Vários acordos impulsionam a visita de João Lourenço a Turquia

Sobre esta situação, em particular, o nosso muito obrigado ao Presidente Erdogan, pelo pragmatismo e rapidez na reacção à nossa preocupação”, sublinhou  o Chefe de Estado, ladeado pelo homólogo turco, Recep Erdogan. para

O Presidente angolano ainda garantiu que o investimento privado turco em Angola “é bem vindo em todos os sectores em que os investidores entenderem existir viabilidade económica”.

Deixou em aberto que a modalidade pode ser de investimento privado puro,  em que o investidor utiliza recursos próprios ou recorre à banca comercial, quer em parcerias público- privadas.

João Lourenço destacou o “ambiente de amizade e fraternidade que o povo turco demonstrou” para com a delegação presidencial, considerando que isso contribuiu para o sucesso da visita.
Ontem, os dois Chefes de Estado tiveram um encontro em privado, seguido de conversações entre as duas delegações governamentais.

Nesses encontros, disse o Chefe de Estado, “aproveitamos passar em revista o estado da cooperação entre os nossos países”. “Concluímos que é preciso fazermos um esforço no sentido de aumentar, de forma considerável, o nível desta cooperação, daí a razão da assinatura destes dez instrumentos de cooperação que acabamos de testemunhar”.

MAIS: Forças angolanas em Moçambique vão custar mais de 338 milhões de Kwanzas

Considerou que o Acordo de Protecção Recíproca de Investimentos, o Acordo dos Serviços Aéreos, que vai ligar as duas capitais, Luanda e Ankara, e outros acordos que foram assinados vão proteger quer os investimentos privados turcos em Angola como também dos investidores angolanos na Turquia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.