Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

UE e Índia vão iniciar negociações para acordo comercial

A União Europeia (UE) e a Índia acordaram hoje o arranque das negociações com vista a um acordo comercial, anunciou a presidente da Comissão Europeia após um encontro com o primeiro-ministro indiano.

O anúncio do arranque das negociações, que os líderes dos 27 e da Índia decidiram retomar por ocasião da cimeira promovida em maio passado pela presidência portuguesa do Conselho da UE, foi feito por Ursula von der Leyen após uma reunião com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, na qual participou também o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, celebrada hoje em Roma, antes da cimeira do G20.

A nossa agenda estratégica está no bom caminho. Concordámos que os nossos negociadores comerciais vão começar a trabalhar. Vamos aprofundar a nossa cooperação em matéria de clima, incluindo a inovação e tecnologia“, anunciou Von der Leyen na sua conta oficial na rede social Twitter.

MAIS: União Europeia negocia novo pacote financeiro para Angola

A terminar a publicação, a presidente do executivo comunitário diz-se “desejosa” de iniciar a cooperação no Indo-Pacífico no quadro da «Ponte Global da UE», a nova estratégia de investimentos e parcerias do bloco europeu para competir com a chamada nova «Rota da Seda» da China.

A União Europeia e a Índia iniciaram em 2007 conversações com vista a um acordo de livre comércio, mas as mesmas foram suspensas em 2013, e apenas este ano as partes decidiram retomá-las, durante a cimeira do Porto — na qual Modri participou por videoconferência, face à situação então muito grave da covid-19 na Índia -, cumprindo-se assim aquela que era uma das grandes prioridades da presidência portuguesa do Conselho da UE, no primeiro semestre deste ano.

Na mesma ocasião, os chefes de Estado e de Governo da UE e da Índia decidiram também negociar dois outros acordos, um de proteção de investimentos, e outro de proteção das indicações geográficas de origem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.