Rádio Nova 102.5 FM

Rádio Online

TAAG anuncia receita de 67 milhões de dólares

A receita total do segmento de carga da Linha Aéreas de Angola – TAAG foi cerca de 67 milhões de dólares, um resultado excepcional que ultrapassa o objectivo de 55,5 milhões de dólares estipulado para este ano.

O desempenho é 20 por cento acima face ao orçamentado quando ainda faltam quatro meses para o fecho do ano.

Os proveitos arrecadados pelo segmento de carga da TAAG têm evoluído favoravelmente nos últimos anos conforme demonstra o relatório e contas (33.695.933,00 USD em 2021, um crescimento de 14% face ao ano de 2020 em que se arrecadaram 29.604.256,00 USD).

Este desempenho positivo resulta do trabalho de equipa e (entre outros), de contratos celebrados pela TAAG para voos charter (exclusivamente de carga) entre a China e a América latina (Brasil) via Angola.

Actualmente, A TAAG tem diversas ligações activas de Luanda para cidades chinesas (Changsha, Hong Kong, Guangzhou, Shangai Hongqiao ou Beijing) para carregamento das aeronaves. Tipicamente, a carga transportada corresponde a matérias-primas, produtos agrícolas, material de electrónica e bens diversos.

As operações de carga e correio da TAAG são asseguradas por 3 aeronaves, sendo dois Boeing 777 para ligações intercontinentais de longo curso, e um Boeing 737 para as rotas regionais.

“O transporte de carga e correio é cada vez mais estratégico para a TAAG com um contributo crescente para a sustentabilidade da companhia. Vejo igualmente grandes benefícios e sinergias positivas para o negócio de carga com a construção do futuro Aeroporto Internacional de Luanda, Dr. António Agostinho Neto” afirma Eduardo Fairen, CEO da TAAG.

Paralelamente ao esforço do aumento de proveitos, a TAAG está igualmente empenhada na redução de custos. A companhia tem como objectivo reduzir custos na ordem dos 10 milhões USD até Agosto de 2023, sendo que, este ano, entre os meses de Julho e Agosto a Direcção de Aprovisionamento e Serviços da TAAG conseguiu uma poupança de 1,4 milhões USD através da renegociação de contratos e compras, mantendo todos os serviços funcionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.